PedalStock
EN | PT
Preço
Ordenar por
 
Preço
Ordenar por
 
Um velho contador para o Séc.XXI

O Omata One é velocímetro de bicicleta um pouco enganador. Claro que se parece com um medidor de dados simples, mas o Omata não é simples em nada. Atrás dos três mostradores, alojados numa caixa de alumínio liso, é um computador...
SKS Airchecker - Monitor de pressão de pneus
A Herança do Alentejo
 
Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.
Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.
Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.
Esta é aquela época do ano em que temos os pés frios e os dedos encharcados sempre que pedalamos e sentimos que tudo e mais alguma coisa vai estragar o nosso passeio, certo? Se não pediu ao Pai Natal um bom par de cobre-sapatos aqui vai uma dica de uns que podem realmente fazer a diferença entre ciclismo miserável e felicidade nesta fria e húmida época do ano. Estes ZwölfEnder Classic, com os seus 5mm de espessura e revestimento de neoprene resistente à água, fornecem a barreira necessária para os mais complicados elementos da natureza e isolamento suficiente para nos manter felizes a pedalar e sem pés congelados.

A ZwölfEnder é uma marca habitualmente fora do mercado de acessórios - aposto que nunca ouviu falar deles - mas silenciosamente parecem fazer algumas coisas giras para os nossos pés. Esta versão Classic é mesmo muito espessa (5 mm de neoperene à prova de tudo) e sente-se de facto pesada nas mãos, embora leve nos nossos pés. Estranhamente sentimo-los leves e confortáveis e os nossos primeiros passeios provaram isso mesmo. Nem a água e nem o vento encontraram o caminho até aos nossos pés, que foram mantidos quentes. Sensação bastante agradável.

Inequivocamente foram feitos para serem usados tanto com sapatos de estrada e btt, sendo bastante fáceis de vestir / despir - o zipper traseiro é grande e forte, assegurado um perfeito manuseamento. A sola é mais leve do que o resto do corpo dos cobre-sapatos, e é feita a partir de um tecido elástico com costuras que se mantiveram no lugar, mesmo quando à primeira vista pensávamos que as se íam perder pelo caminho com alguma facilidade.

Os Classic são volumosos, é um facto, mas provaram que conseguem manter os pés longe da água e frio durante as nossas várias semanas de testes. A construção em neoprene e a grande espessura proporciona um excelente isolamento para os passeios mais frios. A cor amarela brilhante do nosso modelo de teste permite uma boa visibilidade durante o dia, e para rodar à noite há muitos pontos reflectores na parte lateral e traseira.

O preço está do lado mais alto do mercado - £45,00 - mas alguns à venda pela net com descontos interessantes, é procurar. Para o nível de desempenho que eles oferecem estes Classic estão realmente lá em cima com os melhores cobre-sapatos do mercado, mais ainda se valoriza ter os pés quentes e secos.

Como ponto negativo apontamos o facto de não os podermos colocá-los na máquina de lavar roupa depois de um passeio - temos que os limpar na torneira ou de mangueira após cada passeio. Apesar dos nossos melhores esforços para mantê-los limpos ao fim de cada volta, já não estão tão limpinhos como novos, o que torna a opção da cor preta a mais prática para os ciclistas mais regulares.
 

Outros Reviews:
SKS Airchecker - Monitor de pressão de pneus
S1: leve, levemente, o novo Gelu
Gelu G1: leve, levemente...
Um império aos nossos pés: GIRO Empire VR90 - Parte 1
Cateye Volt 700: luzes, acção!
Suja-te em estilo: o novo Giro Empire VR90
PROTEÍNAS PARA O PEQUENO-ALMOÇO!
Amarelo debaixo dos pés: as Superfeet Yellow.
Abus Pedelec: luzes, chuva, acção!
Blinder 4: ser visto, bem ao longe.
 
Copyright Pedalstock
Developed by Octágono