PedalStock
EN | PT
Preço
Ordenar por
 
Preço
Ordenar por
 
Um velho contador para o Séc.XXI

O Omata One é velocímetro de bicicleta um pouco enganador. Claro que se parece com um medidor de dados simples, mas o Omata não é simples em nada. Atrás dos três mostradores, alojados numa caixa de alumínio liso, é um computador...
SKS Airchecker - Monitor de pressão de pneus
A Herança do Alentejo
 
O Maxxis Beaver 29: leve, levezinho.
O Maxxis Beaver 29: leve, levezinho.
O Maxxis Beaver 29: leve, levezinho.
A performance geral deste Maxxis para rodas 29" deixou--nos algo boquiabertos: não é um pneu rápido, mas rola muito bem e com níveis de aderência acima da média. Regra geral, quando um pneu tem um baixo ruído de rolamento em em estradas de cascalho ou asfalto é um indício de que temos um pneu que está otimizado para uma maior aderência do que para grandes correrias em caminhos de cascalho. No entanto, a resistência ao rolamento do Beaver 29 é um compromisso interessante para uma elevada aderência em estadões planos e também subidas com raízes, madeira solta ou piso escorregadio .

O Beaver 29 é realmente um pneu notável em termos de tração - algo importante num pneu, como decerto concordam. Descobrimos algumas algumas razões para isso: em primeiro lugar a natureza aberta da banda de rodagem lança fora a lama em excesso, deixando a banda de rodagem quase sempre live e funcional. Em segundo lugar a aderência do Beaver é impressionante. Sentimos por diversas vezes o pneu a escorregar um pouco mas simplesmente mudámos a nossa posição do peso sempre que passávamos por cima de uma seção particularmente escorregadio. Este é um dos aspectos do desempenho de um pneu que é difícil de quantificar objetivamente.

Em descidas, ver um Maxxis 2.0 na parte frontal é psicologicamente aterrador: parecem tão finos e estreitos que não vão agarrar em lado nenhum. A dimensão é exactamente a indicada nos flancos: 2.0. Em velocidades moderadas e lentas os Beaver 29 sentiram-se em casa. O composto de borracha macia garantiu que trilhos de downhill a baixas velocidades não provocassem taquicardias. Talvez o mais surpreendente em curvas a velocidades moderadas foi o aumento gradual da confiança ( pneus estreitos costumam significar o sacrificar da capacidade em curvar).

Onde o Beaver desiludiu um pouco foi na capacidade de travagem em declives íngremes, sendo a sua performance neste ponto apenas média. Isto não é talvez surpreendente. Teoricamente o Beaver deveria fazer melhor com as suas bordas de quadrados e composto de borracha decentemente duro.

Em resumo os Maxxis Beaver 29 são o melhor pneu de inverno ou piso mais escorregadio que já tivemos o privilégio de testar. É bastante leve (especialmente para um pneu 29er ), tem tenacidade qb e é totalmente previsível na sua condução. Limpa a lama de forma exemplar, apenas pecando por não dispor de um certo 'punch' na potência de travagem em descidas mais íngremes. Para além destas coisas triviais, a nossa conclusão é que ficaríamos felizes em deixar o Maxxis Beaver 29 montados numa 29er durante o Outuno, passando para o Inverno e talvez até mesmo à chegada da Primavera. São divertidos, leves e inspiram confiança. Por $64 não encontramos melhor.
 

Outros Reviews:
SKS Airchecker - Monitor de pressão de pneus
S1: leve, levemente, o novo Gelu
Gelu G1: leve, levemente...
Pés quentes e secos: os ZwölfEnder Classic.
Um império aos nossos pés: GIRO Empire VR90 - Parte 1
Cateye Volt 700: luzes, acção!
Suja-te em estilo: o novo Giro Empire VR90
PROTEÍNAS PARA O PEQUENO-ALMOÇO!
Amarelo debaixo dos pés: as Superfeet Yellow.
Abus Pedelec: luzes, chuva, acção!
 
Copyright Pedalstock
Developed by Octágono